Água sanitária, qual o jeito certo de usar?

Em tempos de COVID, você já deve ter ouvido falar sobre o uso da água sanitária para higienização e desinfecção. Mas você sabe qual a concentração correta a ser utilizada? Por que devemos diluir? E como ela deve ser preparada?

Fique tranquilo (a) que iremos te ensinar o passo a passo! Mas antes, vamos entender o porquê ela é eficaz.

A água sanitária contém uma substância importante chamada hipoclorito de sódio (NaClO), que quando diluído em água libera um composto químico oxidante capaz de reduzir a nível seguro a contaminação de superfícies. Essa substância é o ácido hipocloroso (HClO), que tem ação contra diversos microrganismos.

O novo coronavírus (SARS-CoV-2) é um vírus envelopado, ou seja, possui uma camada de gordura externa que protege seu material genético. E vírus envelopados são mais suscetíveis a ação de oxidantes.

O efeito do ácido hipocloroso é mais efetivo em pH mais baixo, por esse motivo a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que seja feita uma diluição da água sanitária. Então qual a concentração que devo utilizar?

  • A OMS recomenda a concentração de 0,05% para desinfecção - Essa concentração pode ser utilizada em maçanetas, chaves, interruptores, embalagens de produtos, mesas, roupas de cama, etc (não utilize em equipamentos eletrônicos).

  • Estudos com outros coronavírus indicam uma concentração mínima de 0,1% - Essa concentração tem sido recomendada para limpeza de pisos, áreas abertas, solas de sapato e sanitários.

  • Além disso, em casos de suspeita ou de contaminação pelo coronavírus, a OMS indica que a concentração segura é de 0,5%.

Agora vamos à diluição. Aprenda a calcular as diferentes concentrações acima.

Compre a água sanitária de sua preferência. Mas atenção, a primeira coisa é observar se a concentração de cloro ativo (hipoclorito de sódio) no rótulo da embalagem é de 2 a 2,5%. Se sim, podemos seguir com a diluição. Para o cálculo utilizamos a concentração inicial de 2%, que é a concentração mínima encontrada nas águas sanitárias comerciais.

Assim, basta dividirmos essa concentração inicial (2%) pela concentração de interesse e temos o fator de diluição. Ou seja, quantas vezes eu preciso diluir a água sanitária que eu comprei para chegar na concentração que eu quero.

Abaixo, fizemos os cálculos para as 3 concentrações de uso citadas anteriormente:

Figura 1. Cálculo de diluição de água sanitária para concentração adequada.


Para a proceder com a desinfecção, umedeça um pano limpo com a solução que preparou e faça a limpeza de superfícies ou pisos. De preferência utilize luvas!

Vale ressaltar que a água sanitária pura tem pH 11,5-13,5. Assim não adianta utilizá-la pura, pois lembre-se que o ácido hipocloroso não tem efeito em pH tão alto.

Além disso, a Anvisa (Agência nacional de vigilância sanitária) também recomenda aos consumidores a utilização somente de produtos regularizados.

E lembre-se, o uso da água sanitária é recomendado para a desinfecção de superfícies, seu uso em pessoas é prejudicial. Utilize água e sabão e/ou álcool em gel 70% para limpeza das mãos (confira mais informações em nossa matéria sobre higiene).

Atenção, para a desinfecção das superfícies e eliminação do coronavírus, apenas um produto de limpeza é suficiente. Sendo assim, NÃO misture a água sanitária com outros produtos de limpeza, pois a mistura pode gerar gases tóxicos, capazes de causar queimaduras nas vias respiratórias e até asfixia.

Para a higienização de alimentos (frutas, legumes e verduras), primeiro confira no rótulo se o produto é indicado (nem todas as águas sanitárias são recomendadas para higienização de alimentos) e faça de acordo com as recomendações do fabricante. Na maioria dos casos a recomendação é usar 1 colher de sopa para cada 1L de água. De modo que primeiro faça a lavagem desses alimentos em água corrente, depois deixe de molho por 15 minutos nesta solução de água sanitária e por fim, lave novamente com água.


Se ainda ficou com dúvidas, escreva para a gente.


Por Franciane Mouradian Emidio Teixeira em 20/04/2020.

Atualizado em 29/05/2020.



Referências:


1. Solução caseira para eliminar o coronavírus da sua casa. Conselho federal de química. Disponível em: http://cfq.org.br/wp-content/uploads/2020/03/Review_a%CC%81gua_sanita%CC%81ria-versa%CC%83o-23_03_-2020-versa%CC%83o_3.pdf. Acesso em 14 de abril de 2020.


2. WHO. Q&A on infection prevention and control for health care workers caring for patients with suspected or confirmed 2019-nCoV. Disponível em: https://www.who.int/news-room/q-a-detail/q-a-on-infection-prevention-and-control-for-health-care-workers-caring-for-patients-with-suspected-or-confirmed-2019-ncov. Acesso em 14 de abril de 2020.


3. World Health Organization. Water, sanitation, hygiene and waste management for COVID-19. Technical brief. Genebra: WHO – World Health Organization / UNICEF – United Nations Children’s Fund. 19 March 2020.


4. ANVISA. Covid 19: só use saneantes regularizados. Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/noticias/-/asset_publisher/FXrpx9qY7FbU/content/saneantes-populacao-deve-usar-produtos-regularizados/219201/pop_up?_101_INSTANCE_FXrpx9qY7FbU_viewMode=print&_101_INSTANCE_FXrpx9qY7FbU_languageId=pt_BR. Acesso em 14 de abril de 2020.


0 visualização

COVID Verificado

Teremos um enorme prazer em tirar as suas dúvidas!

Escreva para nós!

  • Branco Facebook Ícone
  • Instagram
  • Branca ícone do YouTube

Você tem alguma dúvida sobre o COVID-19? 

arrow&v
arrow&v
Apoio
Entrega_Logo_Imuno-USP.png
Assine