Atualizações sobre os medicamentos em estudo para tratamento da COVID-19


A FDA, a agência federal do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos criou um programa de emergência especial para possíveis terapias contra o coronavírus, o Programa de Aceleração de Tratamento de Coronavírus (CTAP). O programa estuda todos os métodos disponíveis para levar novos tratamentos aos pacientes o mais rápido possível, e ao mesmo tempo descobre se eles são úteis ou prejudiciais. Existem diferentes tipos de tratamentos sendo estudados para o COVID-19 tais como:


- medicamentos antivirais impedem a multiplicação dos vírus e são usados ​​para tratar muitas infecções virais (como HIV, Herpes, Hepatite C e influenza).


- imunomoduladores têm como objetivo impedir a reação imunológica do próprio organismo ao vírus, nos casos em que a reação do corpo basicamente ataca os próprios órgãos do paciente.


- terapias de anticorpos neutralizantes podem ajudar os indivíduos a combater o vírus e incluem anticorpos fabricados, terapias de anticorpos de origem animal e produtos derivados do sangue, como plasma convalescente que contêm anticorpos retirados de pessoas que já tiveram COVID-19. Os anticorpos monoclonais são moléculas produzidas em laboratório que atuam como anticorpos substitutos que podem restaurar, aumentar ou imitar o ataque do sistema imunológico às células. Os anticorpos monoclonais para COVID-19 podem bloquear a entrada do vírus às células humanas, dificultando a reprodução do vírus.