O uso prolongado de máscara causa hipóxia?

Mensagem quem vem sendo divulgada nas redes:

Analisando a mensagem ponto-a-ponto:


O uso prolongado das máscaras NÃO CAUSA HIPÓXIA, é #fake! E nós vamos te ajudar a entender o porquê, avaliando ponto a ponto esta mensagem.


1. “Máscara produz hipóxia...a deficiência de oxigênio causa quebra da glicose

e aumento de ácido lático


A hipóxia é uma condição patológica em que há "falta” de oxigênio em um determinado tecido. Para que isso acontecesse, a máscara teria que estar totalmente “selada” na pele e isso não acontece. Principalmente com as máscaras feitas em casa, que têm diversas entradas possíveis para o ar. Além disso, os tecidos recomendados para a confecção das máscaras são seguros para passagem livre do ar.

Para uma situação de hipóxia, a pessoa deveria passar por uma completa vedação do ar. Um exemplo é tentar respirar em um local hermético, como dentro de um saco plástico, isso causaria a hipóxia e asfixia.

Além disso, a quebra da glicose (uma das formas mais simples de açúcar) e geração de ácido láctico (produto final da metabolização), só acontece em situações de anaerobiose (estado de ausência de oxigênio) , o que não corresponde ao caso.


2. “Respirar repetidamente o ar expirado se transforma em dióxido de carbono...

Isso intoxica o usuário”


Esta #fakenews tenta convencer que o ar expirado (aquele que soltamos e que de fato contém dióxido de carbono [CO2]) ficaria preso entre a máscara e o nosso rosto. E assim a pessoa estaria respirando um ar “tóxico”. Essa informação é totalmente equivocada, por várias razões:

- A máscara não impede a troca de gases, de modo que o ar que soltamos atravessa essa barreira. Se fosse assim também não entraria oxigênio, certo?!

- As máscaras foram projetadas para “barrar” o vírus, por uma ação filtrante das partículas que possam estar contaminadas. Essas partículas são muito maiores que a molécula de CO2. Portanto o ar passa, mas as partículas contaminadas não.

- Como a máscara permite a passagem de CO2 ele não se acumula no espaço entre a máscara e o rosto.

- A máscara não é hermeticamente fechada. Assim, permite a passagem de ar pela parte superior e laterais.


3. “levantá-la a cada 10 minutos para continuar se sentindo saudável...”


Esta informação vai contra TODAS as recomendações dos órgãos de saúde, como da OMS (Organização Mundial da Saúde), do CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos) e do próprio Ministério da Saúde. Estes órgãos também não alertam a hipóxia como um efeito colateral do uso prolongado de máscaras.

- Levantar a máscara aumenta o risco de contaminação, pois expõe a boca e o nariz, que são as principais vias de entrada do novo coronavírus.

- A máscara também serve para evitar que a pessoa assintomática dissemine o vírus. Então removê-la constantemente vai facilitar essa transmissão.

- No momento em que se levanta a máscara e toca em sua parte externa, a pessoa pode contaminar a mão sem perceber. Isso aumenta não só o risco de sua própria contaminação, mas também de repassar à outras pessoas por contato.

Os órgãos de saúde recomendam para não tocar nas máscaras. Caso isso ocorra, fazer a higienização correta das mãos com água e sabão ou álcool 70%. Inclusive retirar as máscaras do rosto segurando sempre pelos elásticos.

E para continuar “se sentindo saudável”, mantenha os hábitos de higiene, boa alimentação e a prática de exercícios.


4. “É contraproducente...Vamos usar a máscara conscientemente.”


Contraproducente é espalhar #fakenews. Ainda mais aquelas que expõem a população ao risco.

De #fato, vamos todos usar a máscara conscientemente e corretamente, seguindo as recomendações dos órgãos de saúde!


Por Franciane Mouradian Emidio Teixeira em 24/05/2020.



Fontes:

1. Organização Mundial de Saúde (OMS). https://www.who.int/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019/advice-for-public/when-and-how-to-use-masks


2. Centro de Controle de Doenças dos EUA (CDC). https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/prevent-getting-sick/diy-cloth-face-coverings.html


3. Ministério da Saúde. https://www.saude.gov.br/noticias/agencia-saude/46645-mascaras-caseiras-podem-ajudar-na-prevencao-contra-o-coronavirus


4. Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). http://portal.anvisa.gov.br/documents/219201/4340788/NT+M%C3%A1scaras.pdf/bf430184-8550-42cb-a975-1d5e1c5a10f7


0 visualização

COVID Verificado

Teremos um enorme prazer em tirar as suas dúvidas!

Escreva para nós!

  • Branco Facebook Ícone
  • Instagram
  • Branca ícone do YouTube

Você tem alguma dúvida sobre o COVID-19? 

arrow&v
arrow&v
Apoio
Entrega_Logo_Imuno-USP.png
Assine