Plasma sanguíneo como tratamento para o coronavírus?

Muitos estudos estão sendo realizados, mas até agora, não temos vacina e nem remédios eficazes contra o coronavírus.

Mas muitos pesquisadores estão trabalhando nisso. Por exemplo, cientistas chineses publicaram recentemente um artigo: “Eficácia da terapia com plasma convalescente em pacientes com COVID-19 em estado grave” mostrando que a técnica de transferência de plasma de uma pessoa que conseguiu eliminar o vírus para outra infectada, se mostrou promissora.

Antes de explicar o artigo, importante entender o que é plasma e anticorpos (Figura 1).

Figura 1. Explicação sobre o conceito de plasma e anticorpos.


Agora sim, vamos para o estudo.

O estudo foi realizado com 20 pacientes (12 homens e 8 mulheres) infectados com o coronavírus. Todos estes foram acompanhados no mesmo hospital, tinham faixa de idade semelhante e apresentaram os seguintes sintomas: tosse, febre, secreção, dor no peito, falta de ar e alguns diarreia (Figura 2). O tempo médio do aparecimento dos sintomas até a entrada no hospital foram de 6 dias e até a transfusão do plasma foi de 16 dias e meio.

Figura 2. Características dos pacientes envolvidos no estudo.


Dos 20 pacientes estudados, 10 receberam plasma convalescente, ou seja, plasma de pacientes que não tinham mais o vírus detectável no seu sangue. Os pacientes também foram tratados com medicamentos antivirais, antibióticos (8 pacientes, pois tiveram outras infecções além do COVID-19), anti-inflamatórios (6 pacientes) e alguns precisaram de respiradores.

Importante lembrar que antes do procedimento de transfusão do plasma, os cientistas realizaram testes para saber se o sangue era compatível (ler nosso post sobre tipos sanguíneos e COVID-19).

Os resultados mostraram que somente 1 paciente (total de 10 pacientes) apresentou manchas vermelhas na face, mas não foram observadas reações adversas graves após a transfusão de plasma convalescente. Na figura 3, explico como funciona a técnica de transferência de plasma convalescente.

Os resultados após a transferência do plasma convalescente são mostrados abaixo:

Figura 3. Como funciona a técnica de transferência de plasma convalescente.


Os cientistas também mostraram que pacientes que passaram pela transfusão de plasma se recuperaram melhor e tiveram alta mais rápido, comparado ao grupo que recebeu somente os medicamentos. Além disso, neste último grupo tiveram três óbitos.

Apesar dos resultados acima, é importante ressaltar que o artigo possui MUITOS PONTOS QUE AINDA PRECISAM SER ESCLARECIDOS:

(1) os pacientes receberam outros tipos de medicamentos, mesmo não sabendo da eficácia comprovada dos mesmos, como os antivirais;

(2) pacientes receberam medicamentos que podem interferir na imunidade, o que pode reduzir a eficácia na eliminação do vírus;

(3) a dose ideal e o tempo de tratamento ainda precisam ser mais estudados;

(4) foi avaliado em um pequeno número de pacientes, podendo não refletir o que acontece na população em geral.

Finalmente, este estudo mostrou que pacientes com infecção grave pelo coronavírus que passaram por transfusão de plasma convalescente, apresentaram melhora desde os sintomas clínicos até a lesão pulmonar. Além de exibirem redução na carga viral e aumento de anticorpos capazes de “enxergar” o vírus no sangue.

Mas importante lembrar que esta técnica ainda NÃO É DEFINITIVA e requer mais estudos, como por exemplo em um número maior de pacientes.


Autor: Marina Caçador Ayupe em 13/04/2020.



Fonte:

Duan, K., Liu, B., Li, C., Zhang, H., Yu, T., Qu, J., & Zhou, M. (2020). Effectiveness of convalescent plasma therapy in severe COVID-19 patients. PNAS, 1–7. https://doi.org/10.1073/pnas.2004168117


*Ilustrações realizadas pela autora via Biorender.

642 visualizações

COVID Verificado

Teremos um enorme prazer em tirar as suas dúvidas!

Escreva para nós!

  • Branco Facebook Ícone
  • Instagram
  • Branca ícone do YouTube

Você tem alguma dúvida sobre o COVID-19? 

arrow&v
arrow&v
O COVID Verificado faz parte da 
entidades-criam-a-rede-nacional-de-comba
Assine