Qual a eficiência das máscaras?

Nós sabemos que as máscaras atuam como barreiras físicas, reduzindo a propagação do vírus e, consequentemente, a exposição e o risco de infecções. Mas o que é importante lembrar é que os modelos de máscaras disponíveis atualmente possuem diferentes graus de proteção contra o vírus da COVID-19. Assim, a proteção depende do: tipo de tecido, número de camadas, sistema de filtragem e ajuste da máscara ao rosto.


E por que eu preciso saber disso?


Estamos em um momento crítico da pandemia em nosso país, com crescente número de novos casos, somados a hospitais lotados, falta de medicamentos e “fila” para conseguir a hospitalização necessária. Neste cenário, o melhor caminho é a proteção e precisamos fazer da máscara o nosso escudo.


Preparamos um resumo dos principais tipos de máscaras e suas eficiências na tabela abaixo.

Nota: Capacidade de filtração da máscara não é a mesma coisa que eficiência de proteção. De fato, uma coisa está conectada à outra, porém ainda não foram feitos ensaios científicos com o SARS-Cov-2 para determinar a eficiência de proteção. Além disso, a soma de outros fatores como o ajuste da máscara ao rosto e o distanciamento físico entre as pessoas, são importantes para assegurar uma maior proteção. Por exemplo, a eficiência de filtragem da máscara cirúrgica é de 98%, mas esta tem ajuste mais frouxo (se comparada ao modelo PFF2) o que torna sua proteção inferior à máscaras do tipo PFF2, a qual tem 95% de capacidade de filtragem e por ser muito bem vedada, aumenta a proteção. Isso faz das máscaras PFF2 o modelo de escolha para profissionais da saúde na linha de frente, devido à alta exposição ao vírus.



Também vale ressaltar que as máscaras de tecido viraram uma peça do nosso vestuário e aprendemos até a combiná-las com o “look” do dia. Mas a máscara não deve ser apenas bonita, ela precisa ser segura, não é mesmo?. E para isso é recomendado que esta deve possuir no mínimo três camadas de tecido, sendo:

  • Camada interna: material absorvente como algodão.

  • Camada intermediária: material não tecido não absorvente como polipropileno.

  • Camada externa: material não absorvente, como poliéster ou mistura de poliéster.

Dessa forma, como existem muitos modelos de máscaras disponíveis, conhecer suas diferenças nos ajuda a escolher a melhor opção. Além disso, embora a capacidade de filtração das máscaras de tecido seja inferior aos outros modelos, em um ambiente em que todos estejam usando suas máscaras, isso eleva o grau de proteção.


Algumas dicas gerais:

  • JAMAIS compartilhe sua máscara, ela é de uso individual.

  • Use a máscara de maneira adequada, cobrindo nariz e boca, sem deixar espaços nas laterais. Idealmente a máscara deve possuir clipe nasal e alças firmes que permitam o ajuste e vedação adequados.

  • Usar uma máscara larga, mal ajustada ou com fendas nas laterais, permite a entrada e saída de partículas diminuindo a proteção ao usuário.

  • SEJA QUAL FOR SUA MÁSCARA troque sempre que ela estiver danificada, úmida, suja, ou se a respiração pela máscara se tornar difícil. Nessas situações há uma menor eficiência de filtragem.

  • SEMPRE deve-se lavar as mãos antes da colocação e após a retirada da máscara. Evite manipular sua máscara enquanto estiver na rua.

  • Quando você usa uma máscara, você protege os outros e a si mesmo. A relação entre controlar a liberação de gotículas por quem fala e bloquear o contato com elas por quem ouve são funções complementares das máscaras, de modo que o benefício individual aumenta com o aumento do uso de máscaras na comunidade.

  • Usar uma máscara agora é ainda mais necessário com o aumento da disseminação de novas variantes mais transmissíveis.

  • A máscara NÃO é um substituto para o distanciamento social (especialmente em ambientes fechados, perto de pessoas que não moram em sua casa).

  • A adoção de políticas universais de USO DE MÁSCARAS pode ajudar a evitar bloqueios futuros, especialmente se combinada com outras intervenções como distanciamento social, higiene das mãos e ventilação adequada.


Para saber mais sobre a proteção das máscaras na comunidade, leia: https://www.covidverificado.com.br/post/uso-de-mascara.


Use máscara e continue se cuidando. Só sairemos dessa se “trabalharmos” juntos!


Por Gabriela Coeli Menezes Evangelista em 18/04/2021.


Referências:


1. World Health Organization (WHO). Disponível em: https://www.who.int/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019/question-and-answers-hub/q-a-detail/coronavirus-disease-covid-19-masks


2. Centers for Disease Control and Prevention (CDC). Disponível em: https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/prevent-getting-sick/cloth-face-cover-guidance.html


3. Centers for Disease Control and Prevention (CDC). Disponível em: https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/prevent-getting-sick/mask-fit-and-filtration.html


4. Food and Drug Administration (FDA), EUA. Disponível em: https://www.fda.gov/medical-devices/coronavirus-covid-19-and-medical-devices/face-masks-including-surgical-masks-and-respirators-covid-19

56 visualizações

Posts recentes

Ver tudo